Introdução

A enorme popularidade do futebol faz com que crianças do mundo todo joguem em qualquer lugar, não importando o número de jogadores. Com o passar do tempo, surgiram algumas variações do futebol tradicional.

O futsal e o futebol de praia são as duas modalidades aprovadas pela FIFA, reconhecendo seu potencial de crescimento e sua popularidade mundial, sobretudo entre as crianças. 

Futsal

O futsal pode ser jogado em quadras abertas ou fechadas, em superfícies planas e não abrasivas. Nas competições nacionais, permite-se até mesmo o gramado artifi cial. A principal diferença em relação aos outros formatos de futebol reduzido é a bola: ela é menor e quica menos do que a bola de futebol de campo. Como já mencionado, o futebol praticado com jogos ou partidas reduzidas promove mais contatos com a bola se comparado ao futebol de 11.

Quando se joga futsal, essa diferença é ainda maior. Estudos mostraram que o quique reduzido da bola de futsal - quando usada em superfície apropriada - facilita o controle e o passe preciso. As crianças podem manter a bola em jogo mais facilmente, o que resulta em um número maior de contatos com a bola, transições mais rápidas entre defesa e ataque e mais tentativas de finalização. Um controle mais simples da bola faz com que as crianças se sintam mais confi antes e aumenta sua criatividade. Ao mesmo tempo, as crianças tendem a ter menos medo da bola de futsal devido ao fato dela quicar menos.

Pensando no desenvolvimento para um potencial futuro no futebol de campo, o futsal oferece uma excelente preparação para os mais jovens. Na prática do futsal, pode-se realizar diversas transferências para o futebol de campo. Pelo fato da bola ser mais pesada, sua prática favorece o jogo rasteiro e contribui para a qualidade técnica, principalmente, do passe e do chute. 

tesco_skills_5-11_s._1_jpg_04.jpg

Para os menores de 12 anos, recomenda-se a bola de futsal nº 3, embora sua disponibilidade seja bem limitada. Mas, mesmo sem essa bola tão particular, o futsal continua acessível uma vez que pode ser praticado em uma ampla variedade de instalações, como ginásios, escolas, universidades e centros esportivos, as quais são também utilizadas para a prática do basquete e do handebol.

Considerando sua natureza de prática em ginásios, o futsal é particularmente apropriado para regiões geográfi cas onde a chuva e o vento fortes ou a queda frequente de neve difi cultam o jogo ao ar livre. Nestas partes do mundo, pode ser difícil e caro instalar e manter gramados naturais ou artifi ciais. O ambiente interno seguro pode também oferecer mais oportunidades para meninos e meninas interagirem e facilitar o acesso ao esporte para determinados grupos religiosos que se sintam mais confortáveis com a prática em ambientes fechados. 

Futebol de praia

Como o próprio nome sugere, o futebol de praia é jogado em superfícies de areia. No entanto, sua prática não se limita às praias naturais. Em muitos países, o futebol de praia é jogado em campos construídos artifi cialmente e mesmo em espaços fechados. De modo semelhante a outras formas de jogo de futebol reduzido, o futebol de praia oferece mais possibilidades aos jogadores de terem contato com a bola, como resultado do tamanho reduzido do campo e do menor número de jogadores.

Além disso, o futebol de praia pode oferecer uma alternativa divertida para as crianças. A superfície macia e irregular do campo faz com que seja mais difícil driblar, passar ou chutar a gol, requerendo dos jogadores um bom equilíbrio e coordenação para realizar qualquer ação técnica, com ou sem a bola.

Por isso, o futebol de praia provou ser muito benéfi co para as habilidades de coordenação dos jogadores, tanto quanto para a velocidade de reação dos jovens, visto que, na areia, a trajetória da bola é mais imprevisível. Estas habilidades facilitam a futura aquisição de aptidões técnicas em qualquer modalidade de futebol. 

01998_05.jpg

Ao mesmo tempo, as crianças valorizam o fato de que é menos doloroso cair na areia do que em superfícies mais duras e, mesmo com pouca prática, elas começam a se sentir mais confi antes. Além disto, não são necessários muitos equipamentos para se jogar futebol de praia, pois, conforme as Regras do Jogo, ele é jogado com os pés descalços.

Por último, especialmente em países com longas costas ou em pequenas ilhas onde as instalações para o futebol são limitadas, o futebol de areia oferece uma alternativa atraente, uma vez que a necessidade de infraestrutura é mínima. 

Conclusão

Tanto o futsal quanto o futebol de praia podem ser considerados complementares ao futebol de campo, uma vez que eles simplesmente ampliam as opções de escolhas. Em circunstâncias onde o espaço ou a infraestrutura é limitado, as condições climáticas não são favoráveis ou as longas interrupções de verão ou de inverno atrapalham a prática de futebol, as duas modalidades oferecem às crianças outras oportunidades de continuar jogando ao longo de todo o ano. 

Grassroots

Football for everyone