A estrutura da sessão de treinamento

Para realizar seu duplo objetivo, a sessão deve ser estruturada de tal modo que alterne entre jogos e exercícios baseados no método “global-analítico-global” (GAG). 

Aquecimento

No início da sessão, recomenda-se uma brincadeira relacionada ao futebol praticada de forma lúdica e motivante. A coordenação neuromuscular, com e sem a bola, deve sempre acontecer imediatamente após o jogo motivacional, e constitui-se como a segunda parte do aquecimento. A fase de abertura da sessão não deve exceder a 15 minutos. 

Primeiro jogo

A primeira fase da parte principal da sessão é constituída de um ou dois jogos temáticos que destacarão seu objetivo mais importante. Durante essa parte, o treinadoreducador enfatiza o principal assunto do treino, intervindo e explicando o tema da sessão. Esta primeira parte de jogos dura cerca de 15 minutos. 

Exercícios e instruções

Uma vez que, através do jogo, as crianças identifi caram o objetivo, exercícios analíticos garantirão que o movimento técnico seja repetido e certos detalhes sejam corrigidos. O papel do treinador-educador durante essa parte analítica da sessão é muito importante, uma vez que ele/ela deve demonstrar, observar, corrigir e encorajar. A parte analítica dura entre 12 e 15 minutos. 

Segundo jogo

O segundo jogo pode ser dirigido e/ou livre e deve oferecer às crianças a possibilidade de aplicar o que praticaram em situações reais de “partida”. Durante essa parte da sessão, o treinador-educador dá às crianças mais liberdade de expressão, ao permitir-lhes jogar sem interferir demasiadamente. Esse jogo será o mais longo da sessão (20-25 minutos). 

Relaxamento

A parte de relaxamento deve cumprir seus objetivos de baixa intensidade, assim como também satisfazer a necessidade de jogar das crianças. Portanto, ela deve ser composta de um ou dois jogos de baixa intensidade. Esta parte dura entre 5 e 10 minutos. A alternância entre os métodos global e analítico pode ser repetida uma ou duas vezes durante uma sessão com o mesmo tema. 

Objetivos & Exercícios:

As primeiras impressões são sempre importantes para as crianças. Por esse motivo, o treinador-educador deve familiarizar- se com todos os exercícios e deve, previamente, preparar o treinamento com objetivos específi cos. As sessões de treinamento devem ser desenhadas conforme as habilidades dos participantes.

O treinador-educador deve comunicar às crianças que elas estão genuinamente realizando algo. Essa realização tornará a sessão mais satisfatória e cheia de oportunidades para o jogo e para o aprendizado. No entanto, o treinador-educador deve estar preparado para adaptar o treino e os exercícios se considerar que as mudanças aumentarão a motivação e o envolvimento das crianças. Seguem abaixo algumas questões que guiarão o treinador-educador ao preparar uma sessão de treinamento: 

Objetivos:  

 

  • O que quero obter com este treino/aula?
  • Qual é o objetivo do treino/aula? 

Exercícios:

  • Quantas crianças participarão do treino/aula?
  • As crianças se divertirão com os jogos e exercícios?
  • Elas aprenderão alguma coisa?
  • Quais são os melhores jogos e exercícios para se atingir os objetivos da sessão?
  • O nível dos jogos e exercícios é adequado para as habilidades das crianças?
  • Posso explicar e demonstrar os jogos e exercícios de modo claro e preciso, sendo compreendido pelas crianças?
  • Tenho equipamento sufi ciente para a sessão? Se não, posso adaptá-la ao equipamento disponível?
  • Há espaço sufi ciente para desenvolver os jogos e exercícios preparados?
  • Como as crianças podem ajudar-me a melhorar a sessão? 

Grassroots

Football for everyone