A parceria com os pais

O treinador-educador deve também tentar estabelecer uma parceria respeitosa com os pais dos jogadores. De acordo com a cultura familiar da comunidade onde a iniciação ao futebol se desenvolve, os pais podem, por vezes, reagir exageradamente face ao desempenho de sua criança, e, em outras situações, podem ser úteis para cooperar com o treinador-educador. Por exemplo, colaborando com o transporte das crianças para treinamentos e jogos. Faz parte do papel do treinador-educador desenvolver uma relação saudável com as famílias. Abaixo seguem algumas dicas úteis para o treinador-educador lidar com os pais:

 

  • No início da sessão ou começo de um evento tal como um festival ou um torneio, assegure-se de esclarecer aos pais os princípios educacionais de um Programa Grassroots e dê instruções acerca do comportamento adequado para torcerem para seus fi lhos.
  • Assegure-se de que você compreende e leva em consideração a cultura familiar local da comunidade onde o programa se desenvolve. Um treinador-educador deve considerar todas as tradições particulares, crenças e comportamento das famílias.
  • Estabeleça diálogos individuais com os pais para dar-lhes algum retorno positivo sobre o desenvolvimento e comportamento de seus fi lhos.   

  • O treinador-educador pode organizar palestras educativas e reuniões com os pais para discutir assuntos importantes sobre as crianças, tais como: hábitos alimentares, prevenção de lesões, higiene pessoal, hábitos saudáveis, e apoio emocional no esporte.

Tal como está detalhado nos códigos de conduta, é necessário que os treinadores-educadores e os pais trabalhem juntos para garantir um ambiente de alegria e bem-estar no Programa Grassroots. 

Bons pais ajudam seus fi lhos a serem bons jogadores; pais excelentes ajudam seus fi lhos a serem excelentes pessoas.

Dietmar Samulski

Grassroots

Football for everyone