Segurança e prevenção de acidentes

dez tarefas importantes para os treinadores-educadores

1. Fornecer um ambiente seguro

As instalações esportivas devem sempre garantir a segurança das crianças. As condições atmosféricas desfavoráveis devem ser levadas em conta durante todas as atividades de iniciação ao futebol. 

2. Instalações e equipamentos esportivos apropriados e seguros

 

As normas de uso dos equipamentos devem ser sempre

respeitadas. Todo equipamento deve ser mantido em boas

condições e devem ser apropriados para a categoria do

jogador envolvido (bolas de futebol nº 4, por exemplo). 

 

3. Atividades planejadas

Sessões de treinamento mal planejadas podem resultar em lesões. Deve-se ensinar habilidades técnicas de maneira progressiva. Deve-se tomar cuidados especiais com o ensino de algumas técnicas que envolvam risco de lesão (cabeceio ou técnicas defensivas, por exemplo). 

4. Monitorar os jogadores que se contundem ou se tornam temporariamente incapacitados

Os jogadores contundidos ou que apresentem uma incapacidade temporária devem ser poupados dos exercícios que possam causar-lhes danos. 

5. Dividir as equipes de acordo com a idade e características das crianças

Inicialmente, é necessário defi nir as faixas etárias das crianças e suas diferentes categorias. Posteriormente pode-se diferenciar os grupos a partir do nível da habilidade, não apenas conforme a idade, mas também levando em conta a altura, o peso e a maturidade. A experiência e a habilidade também podem ser consideradas. 

6. Informe às crianças e aos pais sobre os riscos inerentes ao esporte

Os riscos inerentes ao futebol só podem ser aceitos legalmente pelas crianças – ou seus pais / guardiães – se elas os conhecem, compreendem e assumem. 

7. Atividades monitoradas de perto

O campo de jogo deve ser devidamente monitorado para garantir que seja o mais seguro possível. 

8. Conhecimentos de primeiros socorros

Os treinadores-educadores devem ter um conhecimento básico de primeiros socorros e devem manter-se atualizados. A assistência médica adequada deve estar disponível durante as atividades organizadas e nada que possa agravar uma lesão deve ser feito. 

9. Estabelecer regras claras de comportamento para as atividades e como elas devem ser cumpridas

Antes de qualquer atividade, deve-se comunicar as regras claramente, descrevendo como elas funcionam e o comportamento que se espera das crianças. 

10. Reunir informações essenciais sobre a saúde das crianças

Os treinadores-educadores devem ter informações básicas sobre a saúde das crianças (fi cha individual com dados físicos e médicos) e os riscos envolvidos, de modo que eles possam tomar as medidas necessárias caso aconteça algum acidente no treinamento.

A missão essencial do treinador-educador é garantir a proteção das crianças, não apenas para o bem dos próprios participantes, mas também para tranquilizar os pais. Uma vez que há um grande número de crianças, tanto meninos quanto meninas, que participam de atividades de futebol, sua proteção dever ser prioritária. Ninguém deve fi car sem supervisão. Se conduzidos corretamente, os procedimentos para a proteção das crianças não lhes impedirá que se divirtam jogando futebol. 

ck0c2157_04.jpg

Grassroots

Football for everyone